domingo, 22 de maio de 2011

Opinião #27: "Covet" (Livro)

- COVET -

Capa:
Autora:
J. R. Ward

Informação:
Edição/reimpressão - 2009
Páginas - 496
Editor - Little, Brown Book Group
ISBN - 9780749952150
Idioma - Inglês

Sinopse:
Redemption isn't a word Jim Heron knows much about - his specialty is revenge and, to him, sin is all relative. But everything changes when he becomes a fallen angel and is charged with saving the souls of seven people from the seven deadly sins. And failure is not an option.
Vin Di Pietro long ago gave himself up to his business - until fate intervenes in the form of a tough-talking, Harley-riding, self-professed saviour, and a woman who makes him question his destiny. With an ancient evil ready to claim him, Vin has to work with a fallen angel not only to win his beloved over...but to redeem his very soul.

[COMPRE ESTE LIVRO NA WOOK]

-----

Opinião:

Já há IMENSO tempo que queria ler alguma coisa desta autora, e sempre pensei que iria começar pela Irmandade da Adaga Negra, mas através de um empréstimo acabei por ler este para a minha "estreia", e devo dizer que gostei bastante!

Em primeiro lugar, adorei a escrita da autora. Acho que foi rara a página que eu lia sem me rir algures pelo meio com as expressões que ela usa (uma das razões porque gosto mais de ler os livros no original, de certeza que ao traduzir perde-se muito nestas pequenas coisas), e é uma escrita descontraída, engraçada, mas nunca chegando ao ponto de se tornar vulgar. Tinha expectativas altas em relação a ela, mas conseguiu supera-las!

Quanto à história: ao ver o tamanho do livro (mesmo sendo em formato de bolso, são quase 500 páginas e a letra é pequena), pensei que fosse desenvolver mais na premissa inicial. Não quero dizer com isto que ela tenha "esticado" a história, de todo, mas conseguiu desenvolver bastante bem os acontecimentos sem tornar a leitura entediante. Quando já perto do fim um dos personagens diz que só conhece a outra há 3 dias, tendo em conta tudo o que se passou nesse espaço de tempo eu fiquei naquele estado de "O quê, só??", pois parece que tudo aquilo dura semanas. E quando um leitor não se apercebe da curta passagem do tempo, dada a boa capacidade do autor de desenvolver a sua história, acho que só se pode dar-lhe pontos positivos.

Gostei bastante de todos os personagens, e da forma como o ponto de vista ia variando bastante ao longo dos capítulos de entre um grupo principal deles, sendo bastante marcada a diferença na "voz" de cada um. É arriscado escrever-se através de mais do que uma personagem, pois tal como duas pessoas não pensam da mesma maneira, num livro duas personagens também não se podem "ler" da mesma maneira. Há muitos autores que o tentam fazer e onde é difícil de se perceber quem é quem, mas J. R. Ward é uma das que nesse aspecto não tem problemas.

Vou com certeza continuar a ler esta série, pois quero saber em que mais peripécias Jim Heron, o "anjo caído improvisado", se vai envolver para conseguir salvar as restantes seis pessoas dos seus pecados mortais. E é o destino do mundo que está nas mãos dele, por isso, no pressure!

Sem comentários:

Enviar um comentário