segunda-feira, 30 de maio de 2011

Selo "Escritores Virtuais"

Respondendo ao "repasse" da Ne, aqui fica o selo e as minhas respostas a esta iniciativa :)

Esta processa-se da seguinte maneira: uma vez passado o selo de “escritores virtuais”, responde-se as perguntas, recomenda-se um blog, e repassa-se o selo, fazendo disto uma doença contagiosa.

Qual o teu melhor texto?

Pergunta complicada, pois eu não sou propriamente uma pessoa com a maior das confianças naquilo que escrevo. Ainda tenho no computador os ficheiros das primeiras fics que escrevi, e embora na altura aquilo me parecesse muito bom, há uns tempos fui reler e fartei-me de rir com a maneira como eu escrevia na altura. Eu sou daquelas pessoas que vai melhorando a cada texto que escreve (pelo menos quero acreditar que sim), por isso o meu melhor texto vai ser sempre aquele que tiver escrito mais recentemente.

O que mais te inspira a escrever?

Muitas vezes são músicas que me transmitem alguma ideia em específico, que gostava de explorar. Já me aconteceu ter ideias a partir de sonhos, também (embora isso pareça muito "Stephenie Meyer"). Mas o que mais me ajuda e mais me dá inspiração, por muito estranho que pareça, é estar deitada na minha cama. Sabem aquele momento depois de se deitarem, à noite, em que ainda não estão propriamente a dormir, e vos passam as coisas mais estranhas pela cabeça? Pois a mim é sempre nesses momentos que tenho as minhas melhores ideias, ou resolvo problemas de ideias anteriores! O problema é depois, que passo horas acordada, com aquela "adrenalina" de estar a fermentar uma história só minha.

Escrever para ti é...

Uma viagem. É a possibilidade de ir a mundos conhecidos e desconhecidos, sem sairmos da nossa cabeça.

Admiras algum escritor? Qual?

A J.K. Rowling é e sempre será, para mim, um grande génio da literatura. De resto, posso gostar de muitos autores e do seu trabalho, mas acho que nunca vou ter mais ninguém em tão grande conta como a tenho a ela. Se não fosse ela e os livros do Harry Potter, provavelmente não gostaria tanto de ler como gosto hoje, ou teria aquele sentimento de antecipação ao pegar num livro novo.

Indica um bom livro.

É-me impossível dizer só um, com a imensidão de géneros que existem. Mas entre os livros de que prontamente recomendarei a leitura se pedirem a minha opinião, decerto se encontrarão "O Rapaz do Pijama às Riscas" (John Boyne), "O Retrato de Dorian Gray" (Oscar Wilde), "O Triunfo dos Porcos" (George Orwell) e, nos géneros de Fantasia/Paranormal (do qual costumo ler mais), a saga Harry Potter (J.K.Rowling), os Predadores da Noite (Sherrilyn Kenyon), a Trilogia do Elfo Negro (R.A. Salvatore), a série Caçadores de Sombras (Cassandra Clare)... E podia estar nisto o resto do dia.

Indica um bom blog.

Deixo aqui dois: Bookeater/Booklover e Livros, Livros e mais Livros.

Repassa o selo:

Always Searching For Something (Lóide)
I'm a Ten Inch Heroine (Nans)

Sem comentários:

Enviar um comentário