sábado, 24 de setembro de 2011

Opinião #53: "Nudez Mortal" (Livro)

- NUDEZ MORTAL -

Capa:
Autora:
J.D. Robb

Informação:
Edição/reimpressão - 2008
Páginas - 248
Editor - Edições Chá das Cinco
ISBN - 9789898032300
Idioma - Português

Sinopse:
Eve Dallas é tenente da polícia de Nova York e persegue um assassino implacável. Em mais de dez anos de profissão, ela já viu tudo — e sabe que a sua sobrevivência depende do seu instinto. E é precisamente esse instinto que ela tem de ignorar quando se envolve com Roarke, um bilionário irlandês, principal suspeito na investigação de Eve. Mas a paixão e a sedução têm as suas próprias regras e só depende de Eve arriscar-se ou não nos braços de um homem sobre o qual nada sabe, excepto que deseja loucamente a sua companhia... e tudo o que isso acarreta!

[COMPRE ESTE LIVRO NA WOOK]

-----

Opinião:

Como comecei esta série quase ao contrário (o primeiro livro que li dela foi o "Vingança Mortal"), a opinião com que acabei por ficar deste foi um pouco influenciada pelo facto de já ter conhecimento de factos futuros, principalmente no que diz respeito à relação de Eve com Roarke. E, como já seria de esperar, não consigo deixar de comparar ambos os livros.

Quanto ao nível da escrita não tenho nada a apontar, gosto bastante da maneira como a autora escreve, é uma daquelas leituras que me entretém durante horas e me faz perder a noção do tempo (tanto que li este livro em duas tardes). Mas fiquei um pouco desiludida com este primeiro volume, pois pecou no que é, para mim, o aspecto mais importante num policial: o final foi previsível. Dado que no "Vingança Mortal" fui apanhada completamente de surpresa, esperava o mesmo deste livro, e já fui com expectativas altas, que não foram cumpridas.

Desde praticamente o início do livro que eu suspeitava que seria aquele o culpado (claro que sem saber precisamente o porquê, e não sei se foi apenas intuição mas algo me chamou logo a atenção nesse aspecto para a personagem), e por isso quando cheguei ao fim fiquei desapontada ao constatar que as minhas suspeitas estavam correctas (o que mais gosto neste tipo de livros é ser completamente surpreendida com o final, e aqui isso não aconteceu de todo).

Fora isso não tenho mais apontamentos a fazer, foi uma leitura bastante interessante, e foi bom voltar a visitar os personagens desta série, mesmo que de forma inversa na linha da história (principalmente o "casal maravilha"). Tentarei ler mais destes livros, mas sendo uma série já bastante grande (e de policiais, género que apenas leio esporadicamente), não me incita o suficiente a, nesta altura do campeonato (como se costuma dizer), terminá-la.

Sem comentários:

Enviar um comentário